kuroko x kagami (fanfic kagakuro...em férias na américa ) PARTE 4 final

até que fim estou postando a parte 4 hoje que é a parte final deste meu primeiro fic yaoi, gostei muito de ter criado este fanfic porque curto muito esses personagens e consegui demostrar no fic o que sentia por eles, mesmo sendo a parte final criarei um extra especial por isso depois do fim aguardem o extra que farei porque será muito importante também para a história.




''esperava algo totalmente diferente nessa viagem com kagami-kun só que acabei descobrindo algo bem complicado no passado dele, no momento só o que desejo é que ele se livre deste fardo que carrega sobre suas costas, o sentimento de culpa é um sentimento desagradavel mas que também nos ensina muito sobre o que precisamos porém quando nos prendemos nele é muito dificil se desligar, kagami-kun precisa apertar o botão off para poder se libertar deste sentimento, e eu preciso apertar o on para poder assim dá asas aos meus''.


-kuroko...hoje nós vamos dá uma volta...é melhor sairmos agora antes que tessy chegue. era 5 da madrugada quando kagami acordou kuroko .

-kagami-kun...não é muito cedo?.

-se não sairmos logo...tessy vai chegar e me arrastar pra algum lugar de novo.

-fugir dela não vai resolver nada.

-VAMOS LOGO KUROKO LEVANTE.

-ok..

kuroko tomou um rapido banho, um rapido café e junto de kagami saiu rapidamente, os dois pareciam fugitivos fugindo da policia. kagami levou kuroko a um lugar especial.


-esse aqui é meu lugar favorito, queria te trazer aqui antes de voltarmos pro japão.

-imaginava que seu lugar favorito tinha aver com basquete.  kuroko deu uma risadinha de leve.

-jogava muito basquete de rua aqui...meus melhores momentos da infançia.

-o..obrigada por me trazer num lugar especial pra você.

-n..não precisa agradecer..TCH ..as vezes ele faz uma face extremamente fofa...droga o que estou pensando?. VAMOS JOGAR KUROKO.

os dois ficaram quase 1 hora jogando ali, kagami e kuroko tinha a maior conexão quando se tratava de basquete mas era isso que incomodava kuroko, ele desejava uma conexão maior, não desejava ser apenas um companheiro de basquete e ter momentos bons com kagami só quando jogava. o coração apaixonado de kuroko desejava mais que uma harmonia neste esporte que amavam tanto.

-JÁ TAVA FICANDO MALUCO SEM JOGAR POR ESSES DIAS..com tessy me arrastando pra todos os lados não pude aproveitar nada.

-kagami-kun, fugir de tessy não vai adiantar, você precisa resolver com ela situações do seu passado ou nunca vai superar.

-pela forma que fala imagino que alex tenha te contado algo.

-sim, alex-san me contou sobre o que ocorreu com o pai de tessy.

-se sabe de tudo então entende que tenho responsabilidades com tessy, eu matei o pai dela ..e também o sonho dela jogar basquete...EU SOU O CULPADO. kagami demostrou extremo aborrecimento como se não aguentasse mais,como se quisesse chorar mas se conteu.

-você cometeu um erro de criança mas se viver toda sua vida se culpando nada adiantará.

-SIM ADIANTARÁ...É MEU CASTIGO..É MEU CASTIGO SENTIR ISSO...

- não acho que deva continuar assim kagami-kun..N..NÃO QUERO TE VÊ CULPANDO-SE ASSIM. era raro kuroko se expor e demostrar tanto o que sentia mas ele chorou diante de kagami.

-k..kuroko??..ey..ey..não precisa chorar pelos meus problemas.

- você é meu amigo....e desde que fiquei sabendo disso tudo imagino como deve ser dificil pra você kagami-kun, e quero que você se livre dessa culpa...

-e..eu não sei como me livrar disso, até hoje não tive coragem de visitar o tumulo do pai de tessy..nem para isso tenho coragem.

- ENTÃO VAMOS LÁ JUNTOS....se o que precisa é se desculpar irei com você kagami-kun. essas reações de kuroko tavam confundindo kagami já que ele raramente via kuroko desta forma. kuroko pegou na mão de kagami que sentiu um arrepio.

-k..kuroko??... não sei porque mas meu coração não tava quieto em relação a kuroko, não é muito normal ficar nervoso só porque ele tocou na minha mão, lembro que senti a mesma coisa no avião quando ele dormiu no meu ombro é como se meu corpo quisesse mais disso, hã? mas que merda estou pensandooooo ???.

- o que foi kagami-kun?.

- n..n..nada...não é nada não.

-como eu tava dizendo, vou com você pedir desculpas ao pai de tessy.

-o..ok..v..vamos...tenho que enfrentar isso cedo ou tarde. nunca tive coragem de ir até o tumulo dele, toda vez eu evitava esse momento só que incrivelmente kuroko me convenceu.

kuroko chamou um taxi pois o cemitério ficava a uns 40 minutos dali..no caminho dentro do taxi  kagami ficou calado apenas observando kuroko que também estava calado, é como se o coração de kagami não conseguisse se aquietar..

-ey....obrigada por vim comigo. kagami falou olhando tão intensamente pra ele que kuroko não conteu em ficar vermelho.

-só quero vê você bem..kagami-kun. quando tudo isso passar e kagami parar de se culpar irei me declarar a ele de vez, sinto que não posso mais esconder.

os dois chegam ao cemitério.

-mesmo sabendo onde ele estava jamais vim aqui dizer nada, fui covarde pra encara-ló.

- o importante é que hoje você pode se desculpar.

diante do tumulo do pai de tessy ,kagami desmorona e todo choro que vem segurando durante esses anos se esvai naquele momento, kuroko ficou calado pois não era momento de dizer nada,aquele era o momento de kagami e sua culpa.

-o senhor está aqui hoje por uma bobeira minha, se eu não tivesse brincado com a bola dentro do carro nada disso teria acontecido...POR FAVOR ME PERDOE...grita kagami em tom de desespero. e..eu fui o culpado por tudo mas por favor me perdoe, juro que jamais vou esquecer mas não quero mais viver com esse peso... após aquelas palavras kagami respirou fundo como se uma carga forte tivesse sido retirada de seu interior.

- com toda certeza ele te perdoou kagami-kun,sua sinceridade chegou até a ele.

-agora preciso conversar com tessy.

voltando para casa kagami já imaginava que tessy estaria o esperando e realmente estava.

-COMO PODE SAIR ANTES QUE EU CHEGASSE TAIGA?. tessy tava possessa e berrando mais do que devia.

- eu precisava de um momento sozinho e você estava me sufocando tessy.

-sozinho? e porque ESSE CARA FOI ATRÁS DE VOCÊ?. aponta para kuroko.

-graças a ele eu consegui entender algo..

- ENTENDER O QUE?.

- que aceitar tudo que você quer não te ajudará em nada....fazendo isso acaba ofendendo seu pai, então apartir de hoje CHEGA dessa situação. enquanto eu decesse aos caprichos dela jamais a ajudaria a superar tudo que aconteceu,errei em varias formas com tessy,cedi a muitas coisas por causa da culpa e tessy só piorou.

- QUEM É VOCÊ PRA FALAR DO MEU PAIIIIIIII? VOCÊ O MATOU...É SUA OBRIGAÇÃO FAZER TUDO QUE EU MANDAR, VOCÊ É MEU TAIGA.

-NÃO,NÃO SOU E NUNCA SEREI. o kagami firme e decidido tava de volta.

-ISSO É CULPA DESSE KUROKO...ELE FEZ SUA CABEÇA,ESSE MALDITO QUER TOMAR MEU LUGAR.

-hã? como assim tomar o seu lugar? pare de falar besteiras tessy.

-quer me dá lição de moral mas não percebeu o que está debaixo de seu nariz. tessy era um tipo de pessoa vingativa e não sairia sem machucar alguém dessa história e seu alvo foi kuroko...ela percebeu que kuroko gostava de kagami desde o inicio e que ele não havia revelado nada a kagami ainda...

-tessy peço que não se meta no que não lhe diz respeito.

- você se meteu entre min e o taiga...ACHA MESMO QUE VOU ACEITAR ISSO SEU BICHINHA. eita a coisa iria ficar feia,teve tava mais assustadora que o normal.

- você não precisa partir pra esse lado tessy.

-tessy o kuroko não tem nada com isso.

-será que você não vê que esse cara é um VIADINHO que está louco por você. esse é o momento que os sentimentos de uma pessoa é revelado por outra da pior forma possivel.

-tessy não diga mais nada VOCÊ NÃO TEM O DIREITO ...

-taiga..esse kuroko ESTÁ APAIXONADO POR VOCÊ...HAHAHAHAH ISSO NÃO É RIDICULO UM CARA APAIXONADO POR OUTRO ?.

kagami ficou tão chocado que pensou ser uma brincadeira de tessy.

-pare de falar besteiras tessy...não fique usando o nome do kuroko e dizendo mentiras por besteira.

- então pergunte a ele se é mentira...se ele não está apaixonado por você se ele não é um viadinho que quer ser comido por você...DÁ NOJO SÓ EM PENSAR.

-JÁ CHEGA TESSY..PARE DE FALAR SOBRE MEUS SENTIMENTOS ASSIM. kuroko que não era de gritar e sempre falava baixo irou-se de tal forma que sua voz poderia ser ouvida até fora daquele apartamento.

-tessy...saia daqui... ele abre  a porta pra tessy ir embora.

-VOCÊS DOIS SÃO PATÉTICOS. tessy foi embora se sentindo realizada por ter estragado um futuro momento de declaração bonita que kuroko faria a kagami.

-k..kuroko..desculpe por tessy..por ela dizer essas coisas sobre você..s..sei que tudo isso é invenção dela. kagami ainda não queria se convencer que era verdade, ou melhor ele não acreditava que poderia ser verdade kuroko apaixonado por ele, quando kuroko olhou para kagami ele entendeu bem que tudo era verdade.

-n..não queria que você soubesse dessa forma, não dessa forma kagami-kun. as lágrimas de kuroko caiam de seus olhos.

-então é verdade,v..você tem esse tipo de sentimentos por min?.

-m..me apaixonei por você kagami-kun, SIM ESTOU APAIXONADO POR VOCÊ...E..EU TE AMO KAGAMI-KUN...EU REALMENTE TE AMO. esperei tanto o momento certo para revelar a ele meus sentimentos que esse momento acabou não chegando da forma que eu desejava, uma pessoa como tessy revelar da forma que revelou nada disso tava em meus planos,isso só me mostrou que não podemos nunca esperar demais para fazer algo importante. agora não adianta esconder mais nada, por mais que kagami-kun esteja chocado quero expressar a ele tudo que sinto mesmo que eu seja rejeitado.

-e..entendo. kagami não conseguiu dizer mais nada a kuroko,ele tava tão confuso que as palavras não saiam e ele não sabia o que dizer diante de tal situação, tava se sentindo constrangido e totalmente sem ação, kuroko entendeu aquele silençio como um NÃO dele.

- você não é obrigado a me entender,jamais exigiria isso de você, sei que é estranho um cara gostar de outro mas é o que sinto...eu amo você mas você não é obrigado a me amar. de cabeça baixa kuroko foi e arrumou sua mala...depois ligou para o aeroporto e conseguiu reservar uma passagem de volta ao japão, enquanto isso kagami não conseguia reagir.

1 HORA DEPOIS...

-kagami-kun...não quero constranger você então acho melhor eu ir embora antes do previsto,consegui uma passagem e tenho de ir agora ou perderei o vôo.

tanto um como o outro não conseguiam se olhar nos olhos. kagami não impediu kuroko de ir e assim kuroko foi embora.

no aeroporto kuroko sentou num banco de espera pois faltava 30minutos pro seu vôo sair, e sentado ali ele refletiu sobre tudo e mais uma vez chorou.

-e..eu sabia que ele iria ficar chocado mas...mas foi pior do que pensei. meu maior medo era perder a amizade de kagami, meu receio em revelar a ele o que sentia vinha do fato de...é melhor ter ele por perto como amigo do que não ter nada, agora que ele sabe o que sinto pode se afastar de min e isso afetará no basquete também.

uma senhora sentada ao lado do banco de kuroko percebeu a aflição dele e falou...

- não sei o que afligi você mas seja o que for..NÃO DESISTA.

-hã?...a..agradeço senhora.

-deve está sofrendo por amor, quando eu era jovem era apaixonada por um rapaz mas fui rejeitada, chorei muito mas depois ergui a cabeça e segui em frente..pelo menos dei o meu melhor em me declarar...pior seria o arrependimento de nada ter feito ou dito,por isso não se arrependa de nada que tenha dito.

aquelas palavras vindas de uma sábia senhora foi um conforto ao coração de kuroko, o vôo dele saiu e assim voltava ao seu país.

2 SEMANAS APÓS TODO O OCORRIDO.

no treinamento do time seirin.


-QUANDO KAGAMI VOLTAR VOU MATA-LÓOOOOOOOOOOOO. a treinadora do time tava irada da vida porque fazia 2 semana que kagami não apareçia nos treinos e pareçe que não voltou ao japão.

-quando se trata de basquete kagami é responsavel ...é muito estranho tudo isso. diz o capitão do time também intrigado, kuroko por outro lado sabia bem a razão mas nada revelou a ninguém.

após o treino todos foram embora mas kuroko ficou ali no meio da quadra pensando na vida e em kagami e como sua declaração o atingiu a ponto dele sumir.

- só queria que ele voltasse com aquele sorriso rude e com sua voz exagerada dizendo kuroko isso..kuroko aquilo. 

- como assim sorriso rude e voz exagerada?. kuroko não acreditou que kagami estava mesmo ali...pensou que por querer vê muito ele tava vendo é coisas...então kuroko não deu importançia para aquela ''mirage'' e passou por kagami para assim ir embora mas sentiu aquela ''miragem'' PUXANDO seu braço. não te falei que já podia ir...

-K..KAGAMI-KUN..É..É VOCÊ MESMO?.

- não! é meu irmão gêmeo...TCH...CLARO QUE SOU EU.

- é muito clichê você aparecer assim do nada.

-queria chegar para o treino de hoje mas o vôo atrasou...mesmo assim senti vontade de sentir a quadra um pouco.

-a..a treinadora quer mata-ló.

- precisava de um tempo só pra min por isso não voltei antes...foi tudo muito derepente...ouvir derepente de kuroko que ele me amava não foi chocante FOI EXTREMAMENTE CHOCANTE, nunca pensei que um cara iria se declarar para min e que esse cara fosse logo o kuroko, fiquei tão impressionado que minha mente só voltou a funcionar depois de alguns dias de reflexão, pra ser sincero eu tive ajuda nessa reflexão , isso aconteceu há alguns dias atrás quando eu tava totalmente confuso sem ação em meu apartamento.

- é como a alex-san falou..você está pra baixo mesmo kagami-kun. acabei recebendo a visita de um cara que não esperava...O KIYOSHI SENPAI.

- alex é uma linguaruda.

-ela estava bem preocupada com você,me disse que depois de você ouvir uma surpreendente declaração de amor ficou assim.

- quer que eu fique como kiyoshi-senpai? e..é meio constrangedor falar sobre isso com você. lembrando que kiyoshi estava nos estados unidos tratando da contusão que tinha .

-pode está se sentindo constrangido agora mas verá que não é nenhum bicho de sete cabeças ...no fundo já imaginava que chegariam nesse climax.

- c..c..como assim?.

-você e o kuroko se combinam mesmo sendo tão diferentes...como o pão que com a manteiga fica mais delicioso.

- não estamos falando de comida aqui. esse exemplo foi meio estranho mesmo.

-se não sente nada pelo kuroko vá e diga a ele,mas se sente vá e também diga...não é justo deixa-ló sem nenhuma resposta após ele ser corajoso e se declarar, sei como é dificil assumir que se gosta de outro homem.

- c..como assim sabe?.

-também amo um cara.

-q.q.q.q.qqueeeee????. isso sim foi uma baita surpresa pra kagami.

-me declarei pra ele mesmo antes de vim pro estados unidos mas ele disse que gostava de outra pessoa e assim pude seguir em frente mesmo me sentindo triste e aflito por muito tempo. kuroko só seguirá em frente quando você de uma resposta a ele.

-s..sei disso mas não sei como dizer...ainda estou confuso.

- nunca sentiu nem um pouco seu coração bater forte por ele..seja com um gesto ou etc que ele tenha feito?. kiyoshi tocou no ponto chave para kagami.

-e qual o problema ?..isso aconteceu sim varias vezes...

- não entende mesmo o que é está apaixonado ou se faz de idiota?.

- nunca me apaixonei por ninguém por isso não entendo bem dessas melações de amor. a unica relação que tive até hoje foi só com tessy e pra ser sincero só ficava com ela por me sentir culpado...perdi minha virgindade com ela e tudo mas foi apenas isso.

- está apaixonado pelo kuroko e nem se deu conta...não me surpreende muito.

-COMO POSSO ME DÁ CONTA DE ALGO ASSIM?...E MESMO SE EU DESSE É ESTRANHO GOSTAR DE OUTRO CARA.

-também me senti estranho e demorei a me acostumar quando descobri que amava um homem mas depois percebi que é o mesmo que amar uma mulher SÓ QUE DE FORMA MAIS CORAJOSA. tem que ser muito homem pra admitir que gosta de outro. pense bem nisso kagami.

após essa conversa com kiyoshi senpai me decidi em voltar ao japão e enfrentar kuroko de vez, precisava olhar para ele e como disse kiyoshi senpai SER MUITO HOMEM diante dele.


- k..kagami-kun, ainda deve está desconfortavel com minha presença então é melhor eu ir pra casa.

-já disse pra você ESPERAR. 

kuroko tinha medo da resposta que kagami lhe daria e tentou ir embora porém kagami não o soltou e o puxou para si....dando a resposta a kuroko com uma ação que ele jamais esperaria..e essa resposta foi UM BEIJO.


um beijo de lingua que kuroko nunca esqueceria, ele não conseguia nem respirar que fará pensar no ato de kagami, ele não queria pensar mas apenas sentir a lingua de kagami encontrando a sua , era uma junção perfeita um beijo muito melhor do que as varias vezes que kuroko imaginou como seria seu primeiro beijo, a primeira sensação de ter uma outra boca colada na sua, a lingua de kagami tinha gosto de hortelã e era tão quente que fazia todo o corpo de kuroko estremecer somente com um beijo. 

quando o beijo terminou kuroko teve de respirar bastante pois durou quase 5 minutos...


- k..k..kagami-kun..q..q..quer me matar do coração??.

- nunca pensei que beijar um cara fosse tão bom assim...então sua boca é macia como imaginei.

só essas palavras foram suficientes pra fazer kuroko quase desmaiar.....

-nunca pensei que aceitaria meus sentimentos assim....

- te aviso que nossa sincronia apartir de hoje vai além do basquete.....tive uma aula de como ser o seme da relação então prepare-se....

-s..sério?.... não sei o que aconteceu com kagami nesses dias mas seja o que for FICO EXTREMAMENTE GRATO...de forma inesperada o que eu desejava se realizou...eu tenho o amor do homem que amo e se isso for um sonho então que dure para sempre.


enquanto isso nos estados unidos.....


-espero que o kagami e o kuroko tenham conseguido se entender, acho que kuroko terá mais sorte que eu nessa palavra AMOR. kiyoshi não revelou a kagami que o cara que ele amava era o capitão do time seirin hyuuga senpai e que hyuuga gostava da treinadora do time pois nem tudo na vida sai como queremos, pelo menos não ficou o arrependimento de não ter revelado o que sentia, ele demostrou o que sentia e recebeu de forma gentil um não mas nem assim deixou de ama-ló apenas seguiu em frente .


FALANDO EM SEGUIR EM FRENTE..SERÁ QUE TESSY TAMBÉM SEGUIU?.


- eu poderia falar com o senhor kagami kyou?. ao invés de seguir em frente tessy procurou o pai de kagami , o pai de kagami era um importante empresário no estados unidos .

- o senhor kyou está em reunião agora, posso marcar para o proximo dia caso ele aceite. diz o secretário de kyou.

- não importa o dia só preciso revelar algo importante a ele .

tessy planejava apenas se vingar de kagami e kuroko, principalmente de kuroko pois na cabeça dela foi ele que fez kagami parar de fazer tudo o que ela desejava . 

- quando nos encontrarmos de novo ele vai se arrepender de ter me rejeitado.



ALGUNS DIAS SE PASSARAM DESDE QUE A RELAÇÃO DE KUROKO E KAGAMI TOMOU OUTROS RUMOS ALÉM DO BASQUETE.


-taiga-kun....fiz um almoço especial pra você.... a mãe de kuroko pediu para o filho chamar kagami para almoçarem juntos...ela sabia da relação do filho com kagami...diferente do pai de kuroko e da avó de kuroko que ainda seriam preparados para isso.

-não precisava senhora.

-oka-san acho que fez pouca comida...kagami-kun é muito esfomiado...

-sei disso,sei disso por isso preparei umas reservas.

o clima tava otimo entre todos ,o pai de kuroko era calado e reservado como o filho e apenas observava e a avó ria de tudo, uma familia simples e calorosa.

após o almoço kuroko levou kagami até seu quarto MAS CALMA eles não chegaram naquela etapa ainda, os dois conversavam muito sobre coisas além de basquete e se conheciam muito mais e claro se beijavam na maioria das vezes.

- eu te amo kagami-kun....

- dizendo isso com essa cara...uma hora posso devora-ló kuroko. o beijo dos dois sempre era muito intenso.....

E ESSE ERA APENAS O INICIO DO NAMORO DA LUZ E DA SOMBRA


aguardem o extra que se chamará kagakuro em......a primeira transa de kuroko                                        

                   



                                                                         

Comentários

  1. fanfic perfeito li as 4 partes com prazer imensa,a declaração do kuroko foi dramaticamente bonita me apaixonei mais ainda por eles,e o beijo os beijos foi tudooooooooooooooo de bom,perfeito,perfeito,perfeito.

    ResponderExcluir
  2. a espera valeu a pena,kagakuro em férias na america mereçe nota 100000,o kuroko apaixonado,o kagami sentindo o mesmo sem saber,e kiyoshi senpai salvou o dia a conversa dele foi essencial e foi esperto de sua parte colocar o kiyoshi e demostrando que gosta do hyuuga acho que daria um bom fanfic deles também,foi incrivel e mau posso me segurar aqui para ler esse extra.

    ResponderExcluir
  3. layla victoria10 setembro, 2015

    assim vc me mata com essa pegação final do kagakuro kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk manda um video de como faz essas ilustrações, ah e reli as 4 partes agorinha e vou cobrar o extra até postar.

    ResponderExcluir
  4. não sei ainda quando vou postar o extra porém não vou demorar e pretendo caprichar por isso não vou correr pra ficar algo legal.

    ResponderExcluir
  5. Rafaela Silva10 setembro, 2015

    o problema da tessy foi que a alma dela estragou-se ao passar por tudo aquilo do acidente e não poder jogar basquete pra ela bons sentimentos talvez não tenha mais volta,pelo que vi ela vai fazer a caveira do kagami pro pai dele e falando no pai gostei do nome que escolheu kyou,se eu fosse você faria ao invés de extra uma nova história com esse fim tem muito assunto bom, e to doidaaaaaa pela primeira transa do kuroko com o kagami.

    ResponderExcluir
  6. Parabéns por ter criado um fic tão Bom e que conseguiu me prender, ler fic ilustrado da mais emoção mesmo . Virei sua fã faz um tempo. Além dos fics todo seu blog é uma maravilha .

    ResponderExcluir
  7. por favor traga logo esse extra porque o final me deixou ultra,super,total ansiosa quero mais desse fanfic que amei de paixão.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

NÃO DEIXE LINKS, NOMES DE BLOGS , NOMES DE PAGS DO FACE, E SPOILERS. OBRIGADO POR COMENTAR

POSTAGENS MAIS VISITADAS DA SEMANA

19 days e....o brinco- capitulo 200

AMOLAD - Capítulo Quatro - Understand Me Parte Final

Novo Yaoi shotacon OVA PV

Shounen-maid kuro-kun ova online

Seven Days

Dica de Fanfiction: Can you hear me now?